Reconstrução torácica

A reconstrução da parede torácica envolve procedimentos cirúrgicos que procuram proteger os órgãos internos, a separação adequada entre o tórax e o abdómen, mantendo a impermeabilização pleural e a fisiologia ventilatória, a estabilização esquelética, preservando o padrão estético e contorno do tórax. Nas ressecções menores, a estabilização pode não ser importante e a simples cobertura dos tecidos moles permite um resultado satisfatório. Nas ressecções de maior porte, pode ser necessário o uso de próteses para substituir a estrutura semi-rígida do esqueleto torácico, e a reconstrução com retalhos vascularizados para obliteração do espaço morto.

Anterior
© Ricardo Horta 2024