Úlceras de Pressão

 

As úlceras de pressão consistem em áreas de ulceração, e necrose da pele e tecidos moles de qualquer parte do corpo, geralmente sobre uma proeminência óssea, que sejam submetidas a uma pressão prolongada (sacro, região trocantérica, tuberosidades isquiáticas). O tratamento implica reforço nutricional, controle da espasticidade e alternância postural frequente, idealmente de 3/3 horas. Apesar dos avanços no reparo cirúrgico destas lesões, ocorrem recidivas frequentes. O tratamento cirúrgico em geral consiste em desbridamento excisional da úlcera, sua bolsa e qualquer calcificação heterotópica; ostectomia parcial/total para reduzir a proeminência óssea e de qualquer osso exposto ou infectado, e cobertura do defeito com retalhos fasciocutâneos e musculocutâneos.

Anterior

Casos Clínicos

Aviso

 

A página que está a tentar aceder contém imagens que poderão ferir a susceptibilidade dos leitores mais sensíveis! Deseja continuar?

 

Não

Sim